fbpx
Agende sua consulta: (17) 3232-1544 | 99153-9837

Pacientes com câncer em risco

Pacientes com câncer em risco

No inverno, especialistas recomendam que o ideal é se manter afastado dos germes responsáveis por causar infecções

O inverno é uma estação que exige maior atenção com a saúde, pois estamos mais suscetíveis a alergias, doenças respiratórias e infecções virais. Em algumas situações, os cuidados devem ser redobrados para que um simples resfriado não atinja proporções maiores. É o caso de pacientes com câncer, que possuem maior risco de desenvolver quadros graves em decorrência dessas doenças.

“São pacientes imunodeprimidos. Ou seja, com queda da resposta imunológica. Os riscos estão relacionados a complicações de gripes e resfriados comuns, como pneumonia viral e infecções de vias aéreas, como sinusite aguda e rinofaringite aguda”, explica Tiago Pontes, médico do Grupo CON. Ele diz, ainda, que a quimioterapia pode reduzir a quantidade de células de defesa, de forma que infecções simples possam evoluir. Além disso, alerta o médico, a própria neoplasia em atividade torna o paciente mais frágil e exposto a infecções.

FORMAS DE CONTÁGIO

Segundo o oncologista, o contágio é significativo em comunidades fechadas e semifechadas, como em casa, meios de transporte coletivo e shopping center. Logo, o paciente deve evitar permanecer em lugares fechados ou aglomerações. A transmissão se dá por meio de gotículas produzidas pela tosse e espirros. Ou, ainda, pelo contato de mãos contaminadas com a via aérea de indivíduos sadios. “Por isso, é importante higienizar as mãos regularmente e evitar contato com pessoas com sintomas de gripe ou resfriado”, recomenda o Dr. Tiago.

HIPERSENSIBILIDADE AO FRIO

O paciente oncológico também pode apresentar hipersensibilidade ao frio, como explica o especialista. “A quimioterapia afeta os nervos periféricos, responsáveis por encaminhar informações do cérebro e da medula espinhal para o restante do corpo. Ela se manifesta como dormências, formigamentos, sensibilidade ao frio e à dor, entre outros sintomas. A fase aguda dessa reação é desencadeada ou exacerbada pela exposição ao frio e pode se manifestar já nas primeiras horas de infusão do quimioterápico”, diz.

Ainda segundo o médico, a principal recomendação para pacientes oncológicos no inverno é se afastar dos germes causadores de infecções. “Alimentação saudável e hidratação também são aliadas na prevenção de doenças, assim como a vacina contra gripe, que deve ser atualizada conforme as campanhas do Ministério da Saúde”, finaliza.

Por O Dia

Fechar Menu
WhatsApp chat